Seja bem-vindo. Hoje é

26 de agosto de 2016

4º BPM - NOSSO PACTO TAMBÉM É PELA TROPA NO DIA DO SOLDADO


No dia 25 de agosto, Dia do Soldado, um torneio de confraternização do 4º BPM marcou a data. Foi a 2ª edição da Taça Barreto de  Menezes

         
          Com um dos melhores resultados operacionais do Estado, nada melhor que homenagear a tropa do 4º BPM, no Dia do Soldado, com um evento que era desejo da maioria: um torneio de futebol. E assim foi feito na tarde-noite desta quinta-feira(25), quando foi realizada a Taça Barreto de Menezes, na sua 2ª edição, que teve a equipe da 1ª Companhia como campeã do torneio festivo, realizado no estádio Luiz José de Lacerda(Lacerdão), do Central de Caruaru.

       O evento teve o apoio do Central Sport Club, dando todo suporte à realização do torneio, que contou com 6 equipes, divididas em dois grupos, formados por 1ª Companhia, 3ª Companhia e 4ª Companhia(Grupo A), e 2ª Companhia/Dinter I, Núcleo de Inteligência/Malhas da Lei, Pelotão de Comandos e Serviços(PCS)/Cavalaria (Grupo B). A final foi entre os times da 1ª CPM x 2ª CPM.

          O torneio premiou como artilheiro da competição o sargento Rivaldo, do Gati, que marcou dois gols(Sd Cristovan do PCS e Sd Inácio da 1ª CPM que também fizeram os mesmos dois gols, mas perderam no sorteio). O melhor goleiro também ficou na 1ª CPM, com o soldado J. Macedo, da Rocam, recebendo a premiação.




Sgt Rivaldo, do Gati, levou o prêmio de Artilheiro

O Sd  J Macêdo, da Rocam, levou o prêmio de Melhor Goleiro.









RESULTADOS

2ª CPM/DINTER I              1x1        NIA/MALHAS DA LEI

4ª CPM                                1x1       1ª CPM

NIA/MALHAS DA LEI      0x1      PCS/CAVALARIA

3ª CPM                                0x1       4ª CPM

PCS/CAVALARIA              1X2      2ª CPM/DINTER I

1ª CPM                                3x1       3ª CPM


FINAL

1ª CPM                                1x0       2ª CPM/DINTER I




25 de agosto de 2016

25 DE AGOSTO - FELIZ DIA DO POLICIAL SOLDADO




          Inúmeras profissões carregam consigo valores imensuráveis dada a importância que representam na vida das pessoas. Professores, médicos, engenheiros, músicos, advogados, jornalistas, bombeiros... cada uma com a sua força de transformar a realidade: ensinar, sarar, construir, encantar, defender, divulgar, salvar... mas uma em particular coloca os dois bens mais preciosos do ser humano em risco para cumprir o seu ofício: a liberdade e a vida. Refiro-me ao POLICIAL SOLDADO, cuja importância extrapola qualquer sentido lógico de atuação profissional, pois em uma ação de defesa alheia corre o risco de perder a vida, ou ainda, em menor revés, a liberdade, quando julgado e condenado por ato não enquadrado nas excludentes de ilicitude.

       Impressiona a profissão que corre ao encontro do perigo, enquanto a lógica manda afastar-se; Impressiona lidar com as piores pessoas em seus piores momentos; Impressiona trabalhar sem saber o que é domingo, feriado ou dia santo; Impressiona ter que impor a lei àqueles que acham que o jeitinho é solução para tudo e para todos.

       Parabéns a todos os POLICIAIS SOLDADOS que efetivamente se dedicam a cumprir seu ofício de defender o semelhante, ainda que nem sempre sejam reconhecidos, mas frequentemente cobrados.

            DIA 25 DE AGOSTO -  FELIZ DIA DO SOLDADO!!!


        Sem olhar a definição da palavra herói, todos nós temos ideia do seu real significado, que seria alguém com superpoderes, destemino e que enfrenta o perigo para salvar pessoas que ao menos sabe quem são. Eis o profissional do qual falamos, que a exemplo dos heróis do cinema, são muitas vezes alvo de críticas daquelas mesmas pessoas que defende, e com um ingrediente que os diferencia dos famosos da Marvel, pois são mortais, humanos, e passíveis de erro como todo mundo.

     E ações épicas ocorrem no cotidiano profissional de policiais militares e continuam no anonimato, como no exemplo abaixo, que revelamos em fotos.


       Uma ocorrência do 4º BPM em que uma guarnição cumpria sua missão de acompanhamento a um carro roubado, quando os ocupantes reagiram a tiros e por pouco os policiais militares não foram alvejados, como mostram as marcas do projétil que atingiu a viatura (a data e os dados dos PMs foram preservados).


O projétil entra pelo para-brisa...

...passa próximo à cabeça do motorista...

...perfura o encosto de cabeça...

  ...e pega no encosto de cabeça atrás do motorista.

Valorize! encorage! defenda! depois faça cobranças. Assim fortalecemos quem está na linha de frente do combate à criminalidade, pois cada dia precisamos mais deles e eles precisam do apoio de todos. 



Por: Capitão PM Edmilson Silva - 4º BPM

24 de agosto de 2016

POLICIA MILITAR APREENDE 249 QUILOS DE MACONHA EM BEZERROS







                               Em uma operação de policiais militares do 4º BPM, foram apreendidos em Bezerros na manhã desta quarta-feira(24), 249 quilos de maconha fracionados em tabletes de um quilo, sendo detidas ainda duas pessoas envolvidas com o tráfico do entorpecente.

                               Com informações do Núcleo de Inteligência do Agreste(NIA), que gerou um mandado de busca e apreensão, o Grupo de Apoio Tático Itinerante(GATI) e equipe Caça Homicida iniciou a atuação no loteamento Santana, em Bezerros, onde foi detido José Ricardo do Nascimento, 41 anos, conhecido como Raul Seixas, que estava na posse de cinco papelotes de maconha e cinco “big-big” da mesma droga, além de R$ 81,00 em espécie.

                               O segundo alvo foi o irmão de Raul Seixas, Júnior Ricardo do Nascimento, 37 anos, morador do sítio Serra dos Bois, zona rural de Bezerros, onde foi encontrado nos fundos da residência em que mora, enterrado e sob tijolos, os 249 quilos de maconha. Na ocasião, só a mulher do acusado, Flávia Maria da Conceição, 33 anos, estava no local.

                               Na operação também foram apreendidas duas motos, TV, aparelhos de som e material para embalar crack, além de diversos fogos de artifício(bomba junina) que eram utilizadas para avisar sobre a chegada de drogas.

                               José Ricardo e Flávia Maria foram encaminhados à delegacia de polícia local para responder pelo crime de tráfico de entorpecente. Os policiais receberam a informação que Júnior Ricardo se apresentaria espontaneamente na delegacia para assumir a propriedade da droga.