Seja bem-vindo. Hoje é

2 de fevereiro de 2015

DUPLA QUE TENTOU MATAR PM É PRESA POR POLICIAIS DO 4º BPM

Thyago.

"Piaba"








          Os soldados Souza e José Wilk da equipe Caça Homicida-02, com o apoio dos soldados João e A. Felipe da Patrulha do Bairro São Francisco, todos do 4º BPM, foram designados para uma ocorrência onde um PM de folga teria sido baleado, e prenderam Thyago Alves Brandão Freire, de 24 anos, que mora na rua Alfredo Pinto, Santa Rosa, e Erenildo José do Nascimento, vulgo “Piaba”, de 38 anos, residente no bairro Pinheirópolis, e com ele encontraram dois cigarros de maconha, um revólver calibre 38 com dez munições, sendo nove intactas e uma deflagrada, e R$ 900 em cédulas falsas de R$ 100,00. 

          Por volta das 4h da madrugada deste domingo (01), o policial militar Jammerson Barbosa da Silva, de 28 anos, que mora em Caruaru e é lotado no 24º BPM de Santa Cruz do Capibaribe, foi atingido com um tiro no abdome dentro de um bar na Avenida Agamenom Magalhães, no bairro Maurício de Nassau, em Caruaru. Ele foi socorrido pelo Samu e foi levado para a Casa de Saúde Santa Efigênia e posteriormente transferido para o Hospital Regional do Agreste (HRA), onde foi cirurgiado e está em observação médica.

          

          O soldado Souza informou que o PM foi ao estabelecimento durante a madrugada para assistir a luta de UFC na TV e inicialmente se desentendeu com Thyago, que o agrediu com uma garrafada na cabeça, em seguida, o “Piaba” vendo o amigo na confusão sacou o revólver e atirou contra o policial e ambos fugiram em seguida, mas graças as filmagens registradas pelas câmeras da Secretaria de Defesa Social, cujo monitoramento fica no 4º BPM, foi possível identificar as placas dos carros dos acusados, tendo os PMs encontrado os endereços dos acusados e os prenderam em flagrante.

          Os dois acusados, que trabalham como loteiros, foram apresentados no plantão da Delegacia Regional, onde foram autuados em flagrante por tentativa de homicídio e encaminhados à Penitenciária Juiz Plácido de Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário