Seja bem-vindo. Hoje é

17 de janeiro de 2014

POLÍCIA MILITAR PREPARA ESQUEMA ESPECIAL PARA O JOGO DO SANTA CRUZ NO LACERDÃO, EM CARUARU

O Lacerdão recebe esquema especial para jogo
da Copa Nordeste
 
A área interna do estádio ficará com o BPChoque e CIPCães


            Com a expectativa de um grande público no primeiro jogo do Santa Cruz no estádio Luiz José de Lacerda, o Lacerdão, em Caruaru, previsto para o sábado(18), às 16h, válido pela primeira fase da Copa Nordeste, a Polícia Militar, através da Diretoria Integrada do Interior – 1(Dinter-1) e 4º BPM, planejaram um efetivo à altura do evento.

          Toda a área interna do estádio, assim como os acessos, será de responsabilidade do Batalhão de Choque – BPChoque, que contará com o apoio da Companhia Independente de Policiamento com Cães – CIPCães. Externamente, o 4º BPM disporá homens a pé para realizar a prevenção nos arredores. Também serão empregadas viaturas e policiamento especializado como a Cavalaria, Rocam, GATI e Ciosac. Será um total de 230 PMs, que atuarão ainda em pontos estratégicos da cidade de Caruaru para conter possíveis confrontos entre torcidas organizadas, pois mesmo sem previsão de torcedores da equipe adversária, o Vitória da Conquista-BA, trabalha-se com a possibilidade de confronto entre a torcida organizada do Santa Cruz com a de torcedores locais do Central. O Núcleo de Inteligência do Agreste (NIA) da PM estará monitorando a movimentação de torcedores para evitar os conflitos.

         Ainda esta semana, no auditório do Juizado Especial de Caruaru, foi realizada uma reunião com todos os envolvidos na realização do jogo, promovida pelo Juizado do Torcedor, que tem à frente o juiz Marupiraja Ribas, onde estavam presentes representantes do Ministério Público, do Santa Cruz, do Central Sport Club (dono do estádio), da Destra, do Corpo de Bombeiros, da Celpe, da Polícia Civil, além de diretores de uma Torcida Organizada do Central. Pela PM estiveram o representante do Núcleo de Inteligência do Agreste(NIA), capitão Jamil do BPChoque e capitão Edmilson pelo 4º BPM.


            Na ocasião, foram definidos detalhes sobre a utilização do espaço destinado às torcidas, e limitado o número de torcedores a um total de 17 mil. Assim, a torcida organizada Inferno Coral ficará nas arquibancadas da rua São Paulo. Também ficou estabelecido que não será permitido o acesso ao estádio de torcedores com camisas de outros clubes, especialmente dos grandes clubes do Estado, objetivando evitar os insultos que resultam em agressões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário