Seja bem-vindo. Hoje é

9 de novembro de 2013

POLÍCIA MILITAR PRENDE TRÊS PESSOAS COM QUASE 4 MIL REAIS EM CÉDULAS FALSAS EM BEZERROS




          Na tarde desta sexta-feira (08), o sargento Neri e cabo J. Manoel da 3ª Companhia da Polícia Militar de Bezerros, do 4º BPM, foram informados que um homem tentou trocar uma cédula de R$ 100 falsa com um mototaxista, tendo os policiais saído em diligências e conseguido prender o acusado Josinaldo Severino da Silva, de 27 anos, que mora em São Paulo-SP. Ele foi preso portando 29 cédulas de R$ 100, totalizando 2.900.


          Ao ser questionado, Josinaldo disse que tinha acabado de chegar de São Paulo e encontrou o dinheiro em uma lixeira, próximo ao terminal rodoviário da cidade de Bezerros. O curioso é que ele não tinha nenhum dinheiro além do falsificado. Sem antecedentes criminais, ele foi apresentado na delegacia da Polícia Federal em Caruaru, onde foi autuado em flagrante e encaminhado ao IML para fazer exame traumatológico, em seguida foi encaminhado à Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru.

         Horas após a prisão do Josinaldo, já no início da noite, a Polícia Militar foi informada que dois homens teriam tentado trocar uma cédula falsa de R$ 100 na rodoviária de Gravatá e que os suspeitos saíram da cidade em um ônibus que faz a linha Bezerros/ Gravatá.

Sargento Rosildo e soldados Valéria, Erivânia e José Clésio.

          Diante da denúncia e da descrição dos suspeitos, o sargento Rosildo e soldados Erivânia, Valéria e José Clésio, montaram bloqueio na BR 232 e prenderam Joseildo Justino dos Santos, de 32 anos, e Manuel Florêncio da Silva, de 45 anos, ambos residentes no bairro São Pedro em Bezerros. Manuel estava com R$ 100 e o comparsa portava 7 cédulas do mesmo valor.

Manuel.

Josildo.

          Questionados sobre o dinheiro falso, disseram não saber e o Joseilson, que já teve passagem pelo presídio por violência doméstica, disse que o dinheiro foi adquirido com a venda de um relógio na cidade de Gravatá, onde ele bebia com Manuel.


          O sargento Rosildo disse acreditar que o dinheiro falso localizado com Joseildo e Manuel pode ter tido a mesma origem do dinheiro adquirido com Josinaldo. Ele disse ainda que muitas cédulas podem ter sido distribuídas na cidade de Bezerros, que realiza a sua feira livre às sextas e sábados. Joseildo e Manuel também foram encaminhados ao presídio de Caruaru.

Nenhum comentário:

Postar um comentário