Seja bem-vindo. Hoje é

20 de outubro de 2013

INFORMAÇÕES DO NIA LEVAM A TESTEMUNHAS DE HOMICÍDIO E CRIME PODE SER ELUCIDADO




Soldados Muniz, Adriano e Barreto.
  
Marcio Duarte, Pedrosa e Feliciano.

          Através de informações repassadas pelo NIA (Núcleo de Inteligência do Agreste), os soldados da Rocam do 4º BPM, Adriano, Barreto e Muniz da RC 03; Pedrosa, Márcio Duarte e Feliciano da RC 05; Magno, Clécio Silva e Leonel da RC 07, detiveram cinco jovens que presenciaram um assassinato no último dia 10, nas dependências do CAIC, no bairro João Mota, em Caruaru.

                Ronaldo da Silva, vulgo “Coruja”, de 19 anos, e Thiago George da Silva Lima, de 18 anos, residentes na rua José Vieira de Lima, João Mota; Wellington Feitosa Brandão, vulgo “Etinho”, de 20 anos, e Willias Lima da Silva, vulgo “Berg”, de 21 anos, que moram na rua Evaldo Braga, João Mota e Luiz Robson da Silva, vulgo “Robinho”, de 20 anos, que reside na rua Santa Isabel, Bairro Kennedy, foram apresentados na delegacia para prestarem esclarecimentos sobre o crime que presenciaram.

               Segundo testemunhas, havia nove jovens se drogando com a vítima na noite do dia 10 deste mês, dentro do terreno do CAIC, quando chegou um homem desconhecido em uma moto alta e se passando por policial e foi ao encontro dos rapazes e, alguns deles temendo ser um policial, fugiram do local e restaram apenas quatro deles e o falso policial apontou uma pistola para a cabeça de Jefferson Oliveira Soares, vulgo “Neguinho”, de 17 anos, e atirou, matando o jovem no local.

                Apesar das várias testemunhas oculares, a polícia não informou a autoria do assassinato, tampouco a motivação. Os jovens foram ouvidos e liberados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário