Seja bem-vindo. Hoje é

13 de junho de 2013

IRMÃS CAUSADORAS DE LESÃO GRAVE SÃO PRESAS




          O cabo Albuquerque, cabo Leandro e a soldado Mikaella da equipe Malhas da Lei da AIS-14, prenderam na tarde desta quarta-feira (12), as irmãs Quitéria Maria de Oliveira, de 42 anos, e Maria Lúcia de Oliveira, de 36 anos, que residem na rua Capitão Gregório de Vasconcelos, no bairro São Francisco, e são acusadas de lesão corporal grave.

          Segundo os autos do processo, as irmãs são acusadas de terem jogado ácido bórico no marido da Quitéria, Antonio Amaro Gomes, que acabou perdendo a visão. O crime aconteceu em 1998 e a vítima morreu em 2012, mas a sua morte não foi em decorrência do fato.

          As duas irmãs negaram qualquer participação no crime, inclusive Quitéria disse que ficou vários dias no Hospital da Restauração no Recife, cuidando do marido. Segundo elas, quem jogou a substância tóxica na vítima foi um ex noivo de Maria Lúcia, que não teve o nome revelado e o motivo teria sido uma rixa existente entre os dois (vítima e acusado).

          As duas irmãs já passaram mais de um ano presas e foram condenadas há 5 anos de reclusão por lesão corporal grave e serão encaminhadas para a Colônia Penal Feminina de Buíque, onde ficarão à disposição da justiça para pagar o restante da pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário