Seja bem-vindo. Hoje é

30 de junho de 2013

ACUSADOS DE ASSALTO NA ZONA RURAL DE CARUARU SÃO PRESOS PELA PM




                                                            Edilson Bezerra

                                                          Robson Vilanova





          Pelo menos quatro pessoas foram assaltadas na manhã deste sábado (29), na estrada do sítio Agreste de Pau Santo, na zona rural de Caruaru, e através das informações colhidas, foi montada uma operação entre os PMs do NIA, o efetivo da OPEA (Operação Paz nas Estradas Agreste) sargento Wanderley, sargento Teixeira e soldados Fábio e Glécio, o trio ROCAM do 4º BPM de Genilson, Dimas e Elaine da RC 07, com o apoio da Patrulha do Bairro Indianópolis dos soldados C. Alberto e Madalena, que prenderam Robson Vilanova da Silva, de 20 anos, que mora no bairro São Francisco e o mototaxista Edilson Bezerra Neves, de 45 anos, residente na rua Professora Isaura Florêncio, loteamento Cidade Alta, no bairro Agamenom Magalhães, e na ação foi encontrado um revólver calibre 38 com 6 munições, sendo uma deflagrada e cinco intactas.
          Indagados, os acusados entraram em contradição Robson, que saiu do presídio há um mês, onde esteve preso por tentativa de homicídio, disse que o mototaxista o levou com a namorada para praticarem assaltos na localidade e por sua vez o mototaxista informou que estava no bairro Divinópolis e foi abordado pelo casal e o Robson lhe mostrou uma arma e o obrigou a levá-lo com a namorada ao sítio Agreste de Pau Santo e lá o assaltou e roubou outras pessoas que passavam pelo local, e mesmo tendo sido assaltado, deu fuga a mulher que não foi identificada.
           De acordo com o sargento Wanderley, os acusados foram até a localidade com o único intuito de praticarem assaltos e o mototaxista foi quem levou o casal ao local, e que tudo deu errado após dois populares terem conseguido tomar a arma do Robson.
           Os dois acusados foram apresentados no plantão da Delegacia Regional, onde foram autuados em flagrante e encaminhados à Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS).

Nenhum comentário:

Postar um comentário