Seja bem-vindo. Hoje é

19 de abril de 2013

COLETIVA NO 4º BPM DIVULGA PLANO DE SEGURANÇA PARA JOGO DECISIVO NO LACERDÃO

O Ten. Cel Campos apresentou o planejamento do jogo decisivo





         O 4º Batalhão da Polícia Militar realizou uma coletiva na tarde desta sexta-feira (19), na sede da unidade, para apresentar o plano de segurança montado para a partida de futebol válida pelas semifinais do Campeonato Pernambucano, entre Ypiranga e Sport.

       Na ocasião, o comandante do batalhão, tenente-coronel Marcos Campos, que estará à frente do evento, falou das medidas que vão ser tomadas para garantir a segurança do jogo, que tem uma previsão de receber em torno de 17 mil torcedores, de acordo com os ingressos postos à venda ou para troca do “Todos com a Nota”. O aparato policial vai contar com mais de 300 policiais militares, entre policiais da unidade, inclusive Gati e Rocam, e das especializadas como a Cavalaria e Canil (CIPCães), Batalhão de Choque e Ciosac.

       O planejamento contempla perímetros de policiamento que compreendem desde os arredores do estádio Luiz Lacerda até as rodovias que dão acesso a Caruaru. O comandante também divulgou os horários de interdições que foram acordadas com a Destra (Autarquia de Trânsito e Transportes de Caruaru): a partir das 10h, a rua Professor José Leão e a partir das 12h as demais vias que circundam o estádio, a avenida Agamenon Magalhães, rua Campos Sales e rua São Paulo.

       O tenente-coronel Campos enfatizou a medida de proibição das torcidas organizadas, evidenciando que não será admitido quaisquer trajes que as caracterizem. Haverá proibição de bandeiras, mastros, fogos de artifício, garrafas ou qualquer outro objeto que possa servir de arma ou ser arremessado. Outro ponto importante foi a definição de que equipes policiais estarão coibindo a ação de cambistas, assim como será proibido o comércio ambulante em um raio de 100 metros do estádio. Outra medida preventiva prevê que a entrada de torcedores só será permitida até o final do 1º tempo da partida.

       Para facilitar o controle das torcidas, foi definido que a do Sport terá acesso exclusivamente pela rua Professor José Leão, onde está o conhecido “Tobogã” e as cadeiras da torcida visitante. A torcida do Ypiranga, mandante do jogo, irá ocupar as arquibancadas da avenida Agamenon Magalhães e rua Campos Sales, assim como das cadeiras existentes nessa mesma rua. A arquibancada da rua São Paulo será utilizada de acordo com a necessidade.

          As ocorrências geradas no evento serão levadas para a Delegacia do Torcedor, que irá funcionar ao lado do Juizado do Torcedor, no próprio estádio.

REUNIÃO




         Na manhã da quinta-feira (18), uma reunião ocorreu na sede do Ministério Público de Caruaru com a presença de todos os órgãos envolvidos com a segurança e estrutura do jogo Ypiranga X Sport, no estádio Lacerdão.

       A presidência foi do juiz Marupiraja Ribas e do promotor Henrique Ramos, e teve as participações de representantes do Sport, José Alves, e do Ypiranga, José Nelson, além de representantes do 4º BPM (major Amintas, capitão Edmilson e capitão Júnior), comando do 2º Grupamento de Bombeiros (Ten. Cel. Reycson), PRF (inspetor Alexandre), da Federação Pernambucana de Futebol – FPF (major Gilvan Floriano), da Destra, Celpe, Vigilância Sanitária, Secretaria de Obras, Central Sport Club, entre outros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário