Seja bem-vindo. Hoje é

22 de setembro de 2012

PM PRENDE ESTELIONATÁRIO QUE SE PASSAVA POR POLICIAL CIVIL EM CARUARU

Equipe de Operações com o acusado

O acusado Antônio Medeiros 

Armas, rádio HT, algema, cheques, relógios,
 facas e outros objetos apreendidos

 

Pistola .40 e revólver 38 extra, com capacidade para oito munições



Carro que estava de posse do acusado


Colete utilizado pelo falso agente da polícia civil

Carteira funcional falsificada
Pose de rico com dinheiro suspeito

Passeio de lancha regado a bebidas caras

O acusado gastava com motos possantes

       Invadir terrenos e vender antes que o dono apareça, além de ameaçar os compradores quando descobrem terem sido enganados. Essa era a principal ocupação de um estelionatário que se passava por policial civil para intimidar as vítimas e lucrar ilicitamente. Mas nesta sexta-feira (21), algumas vítimas reconheceram o acusado e acionaram o Núcleo de Inteligência do Agreste (NIA), que teve o apoio da equipe de Operações do 4º BPM, e juntos acabaram com a onda de golpes do falsário, preso no estacionamento de uma agência bancária de Caruaru, na rua Mestre Pedro.

         Os PMs abordaram o suspeito Antônio Medeiros Nogueira, 49 anos, morador da rua Jerônimo Teotônio de Melo, bairro José Liberato, que de imediato apresentou-se como policial civil e diante das indagações a que foi submetido, acabou por cair em contradições e após buscas no veículo Hilux de cor preta e placa PEU 4186, foi encontrado um revólver calibre 38, com sete munições, e um colete da polícia civil. Foi verificado ainda que a identidade funcional de policial apresentada por Antônio era falsificada.

         Com os indícios das irregularidades, os policiais foram até a residência de Antônio e encontraram no local uma pistola “ponto 40”, uma algema, outro colete e camisa da polícia civil, um rádio Hand Talk, três CRV de veículos, 16 folhas de cheques de vários bancos, R$ 466,00 em espécie, e vários outros objetos.
         Na delegacia apareceram cinco vítimas do falso policial civil, que relataram prejuízos que variavam entre R$ 40 mil e R$ 70 mil na compra de terrenos vendidos irregularmente. Antônio ganhou muito dinheiro com os golpes e ostentava a riqueza com bons carros, motos possantes e passeios de lancha regados a bebidas caras.

         O falsário foi autuado na Delegacia Regional de Caruaru, sendo enquadrado nos crimes de porte e posse ilegal de armas, falsidade ideológica e estelionato, sendo recolhido ao presídio Juiz Plácido de Souza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário