Seja bem-vindo. Hoje é

20 de junho de 2012

SEGURANÇAS SÃO PRESOS POR EXTORSÃO NO PÁTIO DO FORRÓ EM CARUARU


       
Stefano Prudêncio
José Aderval
Gilmar de França
       Policiais militares da Radiopatrulha, que integram o reforço do 4º BPM na Operação São João, prenderam no pátio do forró em Caruaru, três seguranças acusados de extorquir comerciantes que pagaram à prefeitura para trabalhar no período junino.
                              
         Foram presos Gilmar de França Luiz Sampaio, 38 anos, residente na rua Francisco Figueiredo, Salgado, Stefano Prudêncio Boungarte, 33 anos, que mora na rua 89, Morada Nova, Rendeiras e José Aderval Chaves da Silva Junior, conhecido por “Junior Segurança”, de 42 anos, residente na rua Jornalista Anibal Fernandes, no Centro. Ficou apurado que os acusados estavam cobrando R$ 20 de cada comerciante que trabalha dentro do parque de eventos, sob o argumento de que se não pagassem aquele valor cobrado semanalmente, a barraca poderia ser arrombada, o que caracteriza uma ameaça. Muitos comerciantes se sentindo ameaçados pagaram, no entanto uma mulher, que não teve o nome revelado, se negou a pagar e denunciou os seguranças, tendo inclusive filmado a extorsão que foi usada como prova.

      O caso foi apresentado na delegacia de plantão no pátio do forró e o delegado plantonista, diante das provas, autuou os três acusados que foram encaminhados em seguida para o presídio de Caruaru.

        Segundo o delegado de plantão, existem aproximadamente 400 barracas e se cada comerciante pagasse R$ 100 pelo período, renderia ao final do São João para os criminosos cerca de R$ 40 mil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário