Seja bem-vindo. Hoje é

14 de junho de 2012

MAJOR E EQUIPE DO 4º BPM, EM AÇÃO PREVENTIVA, EVITAM HOMICÍDIO NA CAMINHADA DO CUSCUZ




Cerca de 80 mil pessoas participaram do evento


Maviael foi detido antes de cometer um crime
 

      O subcomandante do 4º BPM, major Givanildo dos Santos (atual tenente-coronel Givanildo) e sua equipe detiveram um ex-presidiário armado no meio de uma multidão estimada em 80 mil pessoas, que participavam da Caminhada do Cuzcuz, tradicional evento do período junino em Caruaru, e evitaram que o acusado atentasse contra a vida de um inimigo.

       Durante o serviço da Operação São João 2012, na Caminhada do Cuscuz, nas proximidades do distrito industrial do Alto do Moura, o major Givanildo percebeu um indivíduo em atitude suspeita escondendo um objeto enrolado em um pano vermelho, na mão direita, e imediatamente tomou a iniciativa de abordá-lo para averiguar o que ele ocultava, tendo sido descoberto que portava uma faca-peixeira em aço inox de seis polegadas. Ao indagá-lo sobre a posse da arma em meio a multidão, o suspeito identificado como Maviael da Silva, 30 anos, desconversou alegando que a faca não era dele, apenas a teria tomado de um conhecido que estava bêbado e poderia causar problemas. Contudo, ele próprio aparentava sinais de embriaguês alcoólica e possivelmente estava procurando um desafeto seu para atentar contra sua vida, conforme revelaram populares no local. Mas a ação rápida através da abordagem efetuada pelos policiais militares do 4º BPM frustrou o crime que seria praticado. Verificação posterior constatou que Maviael era ex-presidiário e que estava com alvará de soltura da Comarca de Caruaru.

       O acusado foi preso e encaminhado a para a Delegacia de Plantão, onde foi confeccionado um Termo Circunstanciado de Ocorrência em seu desfavor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário