Seja bem-vindo. Hoje é

5 de março de 2012

MARCOU PELO CELULAR PARA VENDER ARMA, MAS O ENCONTRO FOI COM A POLÍCIA MILITAR


O negócio foi marcado pelo celular, mas a Rocam frustrou a venda

                   
                    O discernimento de policiais militares da Rocam 02 (RC-02), do 4º BPM, frustrou uma negociação que iria ocorrer na madrugada do domingo (04), na rua José de Arimatéia, bairro José Liberato, em Cauaru, que tinha como mercadoria uma arma de fogo. A arma foi oferecida, pelo celular, a um menor, mas do outro lado da linha estava um PM da Rocam.
                   Os policiais realizavam rondas no bairro quando suspeitaram de dois menores, um de 16 e outro de 17 anos, e decidiram abordar. Durante a abordagem, o celular de um dos adolescentes toca e um PM se antecipa para atender, desconfiando da situação, vindo a escutar a oferta de um revólver pelo valor de R$ 800,00, chegando inclusive a marcar o local do encontro para finalizar o negócio.
                   O efetivo, junto com os adolescentes, aguardou até a chegada do negociador, Josiel José da Silva, 19 anos, que estava junto com sua esposa Estephany Thays Tavares Bezerra da Silva, 19 anos, em uma moto BIZ, sem placa, guiada por ela, que não é habilitada. O casal foi abordado e questionado sobre a arma, quando Josiel assumiu ser de sua propriedade e que estava na casa de Flávio dos Santos Silva, 19 anos, localizada no Sitio Campo Novo, em Sete Ranchos, zona rural de Caruaru. Os policiais da RC 02 seguiram ao endereço junto com todos os envolvidos, e já no local identificaram Flávio, que tentou ocultar a arma, porém o policiamento conseguiu encontrá-la no quintal. Tratava-se de um revólver calibre 38, municiada e com numeração raspada. Diante dos fatos, os envolvidos foram encaminhados à Delegacia Regional para os procedimentos legais.

Postado às 17h28, por Cap PM Edmilson

Nenhum comentário:

Postar um comentário